Kanye West & Jay Z (ft. Frank Ocean): «No Church in the Wild» (Romain Gavras, 2012)

Ao longo dos anos, o formato videomusical sempre foi prolífero em disseminar o zeitgeist pela cultura popular. E Romain Gavras, tantas vezes acusado de profeta da violência, demonstra mais uma vez que não há nada de gratuito no seu trabalho videomusical: se não gostamos do nosso reflexo, de pouco nos vale deitar as culpas para o objecto especular.

Apresentação do Videogang + Retrospectiva da Droid_ID

O Videogang (de que já falei aqui com entusiasmo) vai ser hoje apresentado publicamente no âmbito da Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura (o evento pode ser acedido no facebook através deste link). Para tornar a efeméride ainda mais interessante, irá ser igualmente exibida uma retrospectiva audiovisual da Droid_ID, sem dúvida uma das produtoras incontornáveis na história do vídeo musical em Portugal na última década. Tudo isto hoje, de borla, pelas 21h30, no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

Homenagem à sabotagem

O vídeo original realizado por Spike Jonze em 1994, já era uma homenagem às séries policiais da década de 70. Agora, é a vez de o vídeo e MCA serem homenageados através de uma belíssima paródia realizada por um utilizador do Vimeo e a sua família: «Worked on this with the wife, kids and our nephew over the past week to pay tribute to Adam “MCA” Yauch». Deixo aqui os dois de seguida.

RIP Nathanial Hörnblowér

O desaparecimento de Adam Yaunch não é apenas uma perda tremenda para o universo da música pop mas também para o da videomusicalidade. Sob o pseudónimo Nathanial Hörnblowér, Adam realizou alguns dos vídeos musicais mais icónicos que contribuíram de forma decisiva para a ascensão do hip-hop ao mainstream. Percebe-se agora melhor o alcance do seu último trabalho como realizador (pela primeira vez não assinado sob o seu pseudónimo): longe de um exercício megalómano, o vídeo de «Fight For Your Rights (Revisited)» é uma súmula perfeita da dimensão e do impacto do seu legado videomusical. Ele já não está entre nós, é um facto, mas o seu trabalho perdurará por muitos anos no HTML.

EMA: «Marked» (EMA & Leif Shackelford, 2011)

Apesar de o seu disco ter sido lançado o ano passado, foi apenas esta semana que tive a oportunidade de me cruzar com Past Life Martyred Saints, a fabulosa estreia a solo de EMA. Se o disco é um dos mais originais e vibrantes exercícios rock que ouvi nos últimos tempos (a lembrar a verve e a energia de Patti Smith e PJ Harvey), os seus vídeos musicais são igualmente muito recomendáveis (vejam por exemplo esta ou esta maravilha). Mas particularmente digno de nota é o vídeo de «Marked» que leva a cabo um estimulante exercício paródico a um dos mais icónicos vídeos musicais da década de 80: «Addicted To Love» de Robert Palmer (Terence Donovan, 1986). Deixo aqui os dois para tornar mais visível este fabuloso projecto hipertextual.

Vimeo Awards: Music Videos

Os Vimeo Awards estão a chegar (dia 7 de Junho) e a short list para a categoria de vídeos musicais é bem supimpa: tanto em qualidade com em diversidade. Curiosamente, dos 12 nomeados, o único que não conhecia é bem capaz de ser o meu preferido:

NOTA: Um pequeno comentário sobre a definição que a organização arranjou para o formato – a short video that accompanies a complete piece of music or song. Na verdade, não apenas há cada vez mais vídeos musicais com mais de 10 minutos, como há inúmeros exemplos de vídeos musicais que cortam, manipulam e viram do avesso a integridade do tema que está na base da sua trilha sonora. De resto, o vídeo nomeado dos TV On The Radio é um excelente exemplo disso mesmo.