conceitos sistémicos

Os conceitos sistémicos do modelo de análise do projecto de investigação resultam de um exercício lógico de abstracção inspirado no comportamento dos objectos reais, nos conhecimentos sobre eles anteriormente adquiridos e da dialéctica que estabelecem com os conceitos operatórios isolados por via indutiva e abdutiva (2.2 QUIVY et al. 2008: 125).

Como o próprio nome indica, os conceitos sistémicos servirão para, dentro de um determinado enquadramento teórico e paradigmático, sintetizar e sistematizar todo o aparato teorético essencial para a construção do modelo de análise que permitirá identificar e analisar as características estruturais e sistémicas que fazem dos vídeos musicais um caso de convergência na Web Social.

 

área teórica: objecto
conceito sistémico: vídeo musical
principais referências bibliográficas: 2.1 MCLUHAN 2008; 2.1 FISKE 1989-1992; 1.1 GOODWIN 1992; 1.2 CHION 1994 e 1.1 WILLIAMS 2001.

área teórica: géneros
conceitos sistémicos: oficiais / vernaculares (ou não-oficiais)
principais referências bibliográficas: 1.1 FISKE 1992; 2.1, JENKINS 1992, 2006-2007; 2.1 WUNSCH-VINCENT et al. 2007 e 2.1 BURGESS 2006-2007.

área teórica: corpora
conceito sistémico: cânone
principais referências bibliográficas: 2.2 IVANCOS 2001; 2.1 MCCARDLE 2003 e 2.2 PARRISH 2007.

área teórica: receção
conceitos sistémicos: fruição participativa; utilizador; contacto; consumo.
principais referências bibliográficas: 2.1 MCLUHAN 2008; 2.1 MORLEY 1992; 2.1 FISKE 1989-1992; 2.1 BURNETT et al. 2002 e 1.2 SEXTON (ed.) 2007.

área teórica: comunidade
conceitos sistémicos: inteligência coletiva; fanismo (fandom); curadoria digital
principais referências bibliográficas: 2.1 RHEINGOLD 1993-1994; 2.1 PREECE 2000; 2.1 LÉVY 1997; 2.1 JENKINS 1992-2007; 2.1 REYNOLDS 2011 e 2.2 THIEL 2008.

área teórica: difusão (i)
conceito sistémico: transtextualidade videomusical
principais referências bibliográficas: 2.1 GENETTE 1982; 2.1 MCLUHAN 2008; 2.1 CASTELLS 2002-09 e 1.1 GOODWIN 1992.

área teórica: difusão (ii)
conceito sistémico: nuvem rizomática
principais referências bibliográficas: 2.1 DELEUZE et al. 2007; 2.1 HAMMAN 1996 e 2.1 FUCKS 2005.

área teórica: difusão (iii)
conceitos sistémicos: horizontal (disseminação + propagação); vertical
principais referências bibliográficas: 2.1 JENKINS et al. 2009; 2.1 MCCRACKEN 2005; 2.1 MITTELL 2009; e 2.2 PETERS 2006.

 

NOTA: uma breve definição de cada um dos conceitos sistémicos do modelo de análise poderá ser encontrada no glossário.

One comment on “conceitos sistémicos

  1. Pingback: Sobre a difusão na Web Social (parte I) | mv flux

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s